Carregando..
Aguarde, por favor.

menu

+55 11 3225.2535

hospitalidade@ibhe.com.br

Estudos

HomeInformesEstudos
HomeInformesEstudos

É através do estudo, das pesquisas e opiniões diversas que construímos a cultura da hospitalidade nas empresas e nos negócios. Se quiser, você pode mandar seus artigos, estudos ou informar-nos sobre alguma notícia ou pesquisa. Basta enviar suas informações para: hospitalidade@ibhe.com.br

Omotenashi: tradição de hospitalidade a serviço da competitividade

Omotenashi: tradição de hospitalidade a serviço da competitividade

Elizabeth Kyoko Wada

Estudos || Gestão

Os estudos em hospitalidade no Brasil se respaldam em autores europeus, notadamente franceses e britânicos. A escolha de Tóquio para as Olimpíadas de 2020 deu visibilidade ao conceito de omotenashi, pilar de sustentação para a defesa da candidatura do destino, ocorrida em 2013. O vocábulo, entendido de forma simplista como hospitalidade japonesa, explica a relação entre anfitrião e convidado em rituais como a cerimônia do chá, presente naquele país desde o século XII. Esta pesquisa exploratória objetiva compreender o conceito adotado na atualidade, além de conhecer as aplicações propostas para omotenashi, com a problemática “Quais são as abordagens de omotenashi em prol da competitividade do Japão? ”. Trata das seguintes proposições: (P1) A candidatura de Tóquio 2020 trouxe a necessidade de encontrar um conceito que ultrapassasse a visão contemporânea high tech e individualista do Japão, valorizando o bem comum e o olhar para detalhes; (P2) Há imediata absorção do conceito em empresas de setores diversos, como transporte aéreo, higiene pessoal e indústria automobilística. O método escolhido foi a análise do conteúdo dos sites das empresas Japan Airines (JAL), Kanebo e Lexus, respaldada por Bardin (2011). Os resultados apontam para a utilização, sem conflitos, de um conceito de hospitalidade genuína em prol do avanço dos

leia na íntegra

16 DEZ, 16
Ter funcionários satisfeitos é ter clientes satisfeitos: realidade ou indícios? Um estudo em agências de viagens

Ter funcionários satisfeitos é ter clientes satisfeitos: realidade ou indícios? Um estudo em agências de viagens

Christiane de Melo Rego Souto, Lucia Maria Barbosa de Oliveira

Estudos || Gestão

O principal objetivo deste estudo foi o de identificar a possível existência de uma associação entre a satisfação de funcionários e de clientes das agências de viagens de Recife, uma vez que o sucesso destas empresas depende, muitas vezes, de uma boa relação entre seus funcionários e clientes, devido à intangibilidade do produto turístico, o que pode complicar o seu processo de venda.

leia na íntegra

27 OUT, 15